Prefeitura de Marituba promove ação de desinfecção da avenida Fernando Guilhon

0

 

 

Cerca de dez profissionais da Secretaria de Saúde de Marituba realizaram, na tarde desta sexta-feira (01), o serviço de desinfecção de toda a avenida Fernando Guilhon, considerada uma das principais vias do município e onde se concentra a maior parte do comércio, com bancos, casas lotéricas, supermercados e outras lojas. A ação visa eliminar os focos de contaminação do novo coronavírus nas ruas e avenidas de Marituba.

Protegidos com EPI (Equipamento de Proteção Individual), os profissionais se concentraram na Praça da Matriz por volta das 14h30 e seguiram ao longo da avenida com equipamentos próprios para fazer a sanitização com água clorada, à base de hipoclorito, na praça, pontos de táxi, mototáxis, paradas de ônibus, passarelas, portas de supermercados, agências bancárias e residências. O produto é considerado letal para o vírus e não agride o organismo humano.

Segundo o secretário de saúde de Marituba, Josué Pompeu, a ação já ocorreu em outros bairros, em prédios públicos e deve ser ampliada para todo o município. “Ontem realizamos a desinfecção do Hospital de Urgência e Emergência e da Upa 24h. As duas unidades de saúde atendem pacientes com suspeitas de Covid 19. A sanitização foi feita por uma equipe especializada com o uso de um produto hospitalar específico e de alta tecnologia que não deixa cheiro e não agride os pacientes”, explicou ele.

Uma equipe da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana (Segmob) também aproveitou a ação para conscientizar a população da importância de evitar aglomerações nesse momento de avanço das infecções por Covid 19 em todo o estado.

Para conter o avanço no município que já tem quatro óbitos por conta da doença, a Prefeitura de Marituba publicou um decreto, na quarta-feira (27), listando as atividades consideradas essenciais ao município e que devem permanecer em funcionamento neste período de pandemia.

“Estamos fazendo ações em campos de futebol, supermercados, área central, feiras e mercados, com orientação e recomendação de fechamento das atividades não essenciais e a população tem reagido de forma muito positiva. Mas por incrível que pareça, muitas pessoas não acreditam no vírus e dificultam nosso trabalho. Recebemos muitas denúncias e averiguamos todos os dias, em vários pontos da cidade”, disse o secretário Ádamo Silva.

COMPARTILHAR:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade