Prefeitura de Marituba orienta família foi 1° caso confirmado de Covid-19

0

Foi confirmado o primeiro diagnóstico positivo para Covid-19, na noite de terça-feira (31), a equipe de saúde da Prefeitura de Marituba entrou em contato com o paciente para dar todas as orientações necessárias. Técnicos da Vigilância Epidemiológica municipal visitaram a residência onde o portador do novo coronavírus permanecerá em isolamento, levando equipamentos de proteção e álcool em gel e orientando sobre a quarentena.

A equipe também orientou a esposa e três filhas que moram com o paciente, para evitar contato direto com ele e separar utensílios domésticos, reduzindo as chances de também contraírem a doença. Na manhã desta quarta-feira (1º), elas foram examinadas e fizeram testes, cujos resultados sairão nos próximos dias. “O paciente está clinicamente bem. Apresenta tosse e tontura mas está sem febre e não há registros de dificuldade respiratória”, informou o secretário de Saúde de Marituba, Josué Pompeu. “Não há necessidade de levá-lo para o hospital”, completou.

Durante o período de quarentena, a equipe municipal vai monitorar o paciente e sua família, checando a temperatura, a evolução ou aparecimento de novos sintomas. “Se ele apresentar febre, será tratado com antitérmicos e, se o quadro se agravar, será imediatamente levado para um dos leitos reservados para atender aos casos do novo coronavírus”, informou o secretário.

O município de Marituba reservou duas alas, na Unidade de Pronto-Atendimento e no Hospital de Urgência e Emergência, exclusivamente para atender a possíveis casos da doença Covid-19, que venham a ser confirmados. Existem 7 casos suspeitos sendo investigados no município.

Em pronunciamento feito nesta quarta-feira, o prefeito Mário Filho informou que telefonou pessoalmente para o paciente na noite anterior, colocando a estrutura da saúde municipal à disposição dele e da família, para ajuda-los e orientá-los.

Mário Filho pediu à população que se engaje na campanha de prevenção, cumpra as medidas decretadas para evitar aglomerações e mantenha-se em casa para impedir a propagação do novo coronavírus, especialmente agora que um caso foi confirmado em Marituba.

O prefeito também informou que o paciente, que reside em Marituba, provavelmente contraiu o vírus no ambiente de trabalho. “Ele trabalha em Icoaraci e teve contato com uma pessoa que veio de São Paulo recentemente”, contou.

Mário Filho também reforçou a preocupação com o chamado período crítico da doença no Brasil, que segundo especialistas ocorrerá de 6 a 20 deste mês. Por conta dessa preocupação, o prefeito decidiu prorrogar a suspensão das aulas, que seriam retomadas hoje, até o dia 30 de abril. Marituba tem 70 escolas na rede municipal, com cerca de 26 mil alunos.

Além disso, a Prefeitura de Marituba tem mantido a Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar, em rondas diárias pelas ruas da cidade, fiscalizando o cumprimento do decreto de calamidade pública.

O decreto, com validade até 30 de abril, prevê um regime especial de trabalho na prefeitura e nas secretarias.

Foram proibidas aglomerações, shows, eventos. Restaurantes, bares e similares foram orientados a adotar sistemas de drive-thru e delivery. “Estamos chegando no período crítico. Vamos redobrar o esforço para conter essa doença e evitar a proliferação do vírus. Se cada um fizer a sua parte, todos saem ganhando”, afirmou.

COMPARTILHAR:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade