Prefeito de Marituba participou de Seminário Internacional sobre cidades

0

O prefeito de Marituba, Mário Filho, participou na manhã da última  quarta -feira, 10, da mesa Redonda “Gestão Urbana e Municipal”, dentro do seminário Internacional “Cidades: territorialidades e sustentabilidade na Pan Amazônia”, realizado pela Universidade do Estado do Pará (Uepa) com o apoio da PMM, no auditório do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), no bairro do telégrafo, em Belém.
Em sua apresentação o gestor Municipal destacou o avanço no município neste dois anos e quatro meses de gestão.
Ressaltou a criação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana  (Segmob) como forma de enfrentamento a violência no município. “Em anos anteriores se registrava uma média de 4 assassinatos no período do Carnaval. Com medidas preventivas nos últimos dois anos, que correspondem a nossa gestão, não foi registrado homicídio nesse periodo”, exemplificou o prefeito.
Mário Filho também ressaltou a instalação do Distrito Industrial em uma área de 980 hectares, sendo que 180 hectares já estão liberados pra início da obra, que fica localizada na alça viária, para fomentar a economia local e impulsionar a geração de emprego. “O parque industrial está orçado em  R$12 milhões  e estamos a espera de dois recursos, qualquer um dos dois que forem liberados tanto no projeto junto ao Banco mundial e outro oriundo de precatórios recuperados pelo munícipio, os quais deverão ser viabilizados até o primeiro semestre de 2017”, explicou.
Outro ponto destacado pelo prefeito foi o avanço referente a regularização fundiária. O déficit habitacional caiu de pouco mais de 77,5% para 49,5% nos últimos dois anos. “Estão para ser entregues três condomínios,  sendo 5 mil unidades habitacionais o que beneficiará 21 mil pessoas, e de 2000 a 2013 o município entregou cerca de mil unidades habitacionais e agora em pouco mais de dois anos está sendo entregue cerca de cinco vezes mais do que foi entregue em 13 anos, disse Mário Filho, destacando ainda o início do trabalho de regularização fundiária do bairro Almir GAbriel, que em parceria com o Governo do Estado iniciou a regularização de 1500 unidades, neste bairro que já foi umas das maiores ocupações da América Latina.
Marituba tem 22 anos de existência, tendo sido emancipado através do plebiscito de 21 de abril de 1994, e foi sancionado pelo então governador Carlos Santos, a lei que criou o município de Marituba em 22 de setembro de 1994. Hoje o município é o quinto maior índice de desenvolvimento humano (IDH ) do estado do Pará, possuindo mais de 125 mil habitantes e é o terceiro maior em densidade demográfica do estado.
Mário filho lembrou que até 2013, o lixo no município era descartado desordenadamente. Hoje, o município conta com um aterro sanitário e um sistema de coleta seletiva que atende a legislação ambiental, atendendo a 95,5% da população.
Quanto aos domicílios com água encanada , o prefeito ressaltou que hoje 96,25% da população já está atendida com água encanada.
Quanto a iluminação pública, o prefeito informou que em 2012 existiam 5045 pontos de iluminação e em 2016 foram ligados novos pontos totalizando 9.812 pontos de iluminação, quase o dobro que se tinha há quatro anos.
Sobre o recurso de 80 milhões de reais oriundo do Banco mundial, o prefeito informou que 30 milhões estão destinados a segurança pública, 5 milhões para  saúde,  5 milhões para a educação e o restante para a infra estrutura no município. “Dentro deste projeto está previsto o projeto Safe City com a aquisição de 62 câmeras de vigilância, sendo que seis delas com um sensor de áudio que permite enviar um alerta ao som de tiro”  explicou, além a elevação da guarda municipal para polícia municipal, onde eles usarão arma de fogo, coletes balísticos e serão preparados através de cursos de capacitação.
Entre outras abordagens, Mário Filho afirmou estar otimista com relação a 2017 e aos próximos anos de sua gestão com expectativa de elevar a arrecadação Municipal através do programa PMAT que está em fase de execução, e também elevar o índice de IDH, com a missão de elevar o IDH para a posição de primeiro no ranking estadual.

COMPARTILHAR:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade