Agentes de segurança pública de Marituba realizam fiscalizações durante lockdown

0

 

A Guarda Civil Municipal está atuante nas fiscalizações mais rígidas em cumprimento ao decreto assinado pelo prefeito Mário Filho, que estabeleceu o lockdown em Marituba desde a última quinta-feira (7). Durante os primeiros dias do regime de bloqueio total das atividades não essenciais, foram realizadas atuações de pessoas físicas, que desobedeciam ao decreto estadual 729/2020, no que diz respeito ao uso obrigatório de máscara.

As penalidades para quem desobedecer são: advertência, multa diária de até R$ 50 mil para pessoas jurídicas e multa diária de R$ 150 para pessoas físicas, Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP) e Microempreendedor Individual (MEI).

A Prefeitura de Marituba, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Mobilidade Urbana (Segmob), em parceria com a Polícia Militar, realizou antes de iniciar a fase de aplicação de penalidades, ações de orientação e conscientização acerca dos locais que poderiam funcionar durante a vigência do decreto, que vai até o dia 17 de maio.

Para o titular da Segmob, Ádamo Silva, a medida é essencial para frear os números de novos casos da doença provocada pelo novo coronavírus no município. “A atual gestão pública municipal não está medindo esforços para combater o avanço do vírus, mas precisamos da adesão das pessoas ao lockdown para que a estratégia seja eficaz. A participação dos moradores é tão importante quanto o trabalho incansável que está sendo desenvolvido pelas equipes dos órgãos de saúde e de segurança pública”, destacou.

COMPARTILHAR:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade